Em uma casa sem tv e com a vida mais leve…

_DSC10376 Vivemos em uma casa sem tv.

E sinceramente, acredito que foi uma ótima escolha feita por mim e pelo Inácio. Nós não conseguimos perceber pontos positivos suficientes para se manter uma tv em casa. Não é somente pela Eleonora que tomamos essa decisão, foi por nós também.
Sem querer parecer ridiculamente dramática, mas já correndo o risco de parecer, o fato é que sou demasiadamente sensível às notícias ruins  e claro, ao estado de pânico que a mídia tanto faz questão de proferir. Perco o fôlego, perco o apetite, e muitas vezes, perco o ânimo ao ver certas notícias.
E em relação ao aspecto negativo da tv, não vejo escapatória a não ser “cortar o mal pela raiz”. O que quero dizer é que não adianta correr para as maravilhas da tv por assinatura, pois  lá também, assim como na tv aberta, você fica exposto a muita coisa inútil sem nenhum fim “somatório” para a vida. Não que eu esteja ignorando o mundo, tampouco esteja me tornando indiferente a ele, o ponto crucial é que sempre tento tomar a vida da maneira mais delicada possível, e infelizmente, em boa parte do tempo, a mídia mostra apenas o lado cruel da vida.
Não nego que dependendo do canal ou do programa, você descobre e aprende coisas proveitosas que sabe-se lá quando você iria saber sobre. Porém, ainda sim, isso não foi um ponto positivo suficiente para nos convencermos a voltarmos atrás quanto a nossa postura “radical” sobre a tv.
Confesso que sinto falta (e nem é tão grande assim) apenas de UM canal, que é o Arte 1, onde eu assistia documentários, matérias e filmes interessantíssimos.

Não tenho absolutamente nada contra quem assiste tv todos os dias, ou por quem deseja ter o  maior e mais moderno televisor do momento. A questão é que aqui em casa, não temos tv, não queremos uma, e o melhor, não sentimos a menor falta dela._DSC0285 _DSC0305E sinceramente, adoro o fato de não ter que conviver com o barulho incessante da tv, assim como adoro usar os furos na parede onde antes tinha o suporte para ela  (acredito eu), para pendurar meu tão adorado poster do Woody Allen (o melhor!) e um quadro que vivo trocando a imagem.

Obs: Caramba, tinha muito, muito tempo que não passava por aqui…

Tenham todos uma linda semana

8 ideias sobre “Em uma casa sem tv e com a vida mais leve…

  1. Camila Faria

    Acho super possível viver sem TV Rayani. Eu mesmo não sou fã de TV, mas acabo usando muito a plataforma muito para assistir filmes, séries etc. Mas a programação “normal” mesmo, vivo super bem sem. Essa foto da Eleonora = ♥

    Responder
  2. bia reys

    Também não tenho tv em casa. Acho que essa é um tendência que está se alastrando cada vez mais rápido pelos jovens, pelo menos. Os mais velhos, acredito eu, têm mais dificuldades em se desapegar da “caixinha mágica”. Digo isso, pela minha mãe, que não consegue viver sem o barulho dela. Mas é engraçado ver como os motivos se parecem muito. As notícias ruins são realmente um problema para nós. Não é à toa que a depressão é o mal da contemporaneidade. Afinal, no passado, as pessoas não tinha tanto acesso às notícias. era mais fácil se ignorante e feliz. Hoje, os tempos estão mais difíceis de se engolir. Mas ao mesmo tempo isso é um paradoxo. Por que ao mesmo tempo em que queremos nos distanciar e ignorar, sim, (qual o problema em eu querer o meu próprio bem estar? quem não deseja o próprio bem estar?), a sociedade nos impõe, de certa forma, que fiquemos a par de tudo o que acontece no mundo. Eu tenho que ser feliz, e ao mesmo tempo lutar pelo mundo, não ser ignorante do que acontece com ele.. É uma questão bem complicada, na verdade. Mas acredito que não somos super-heróis. Há pessoas trabalhando no mundo em cada setor, para que cada coisinha que não esteja funcionando bem, funcione bem. Não temos obrigação de abraçar o mundo inteiro. Cada um cuida do que pode. :) Por isso, apoio totalmente a decisão de vocês. E que a fofa da Eleonora cresça feliz assim! ♥

    Responder
    1. admin Autor do post

      Meus pais também não se desapegam. Na casa deles a tv fica ligada 24 horas por dia, não sei como conseguem…
      E sim, cada um cuida do que pode, que cada um contribua positivamente à sua maneira.

      A Eleonora é puro amor mesmo. rsrs

      Responder
  3. Karyne

    Ai que amoooor!
    Alguém que pensa como nós hahaha
    Para falar a verdade temos tv sim, Rodrigo não ficaria sem o video-game dele hahahaha
    Mas decidimos não colocar antes. Nem sky nem comum.
    É tanta coisa ruim que entra na nossa casa pela TV que nossa decisão não poderia ter sido melhor.
    Fora que essa coisa de chegar em casa e ligar a tv, almoçar e ligar a tv, tomar café e ligar a tv, ir dormir e ligar a tv. E onde está o relacionamento entre as pessoas que vivem ali?

    Blog do Sofá

    Responder
    1. admin Autor do post

      Aaah, sabe que ainda não resolvi o problema do video-game. Comprei um playstation 3 na época que ele era lançamento, e acredite, até hoje, creio que joguei apenas umas 5 vezes nele… Agora sem tv em casa, ai que fica difícil mesmo. Hahahaha
      Mas vamos ver o como podemos solucionar isso.
      E de fato, tem muitas pessoas que ao acordar a primeira coisa que faz é ligar a tv, e assim, ela o acompanha durante todo o dia. Triste isso =/

      Responder
  4. Ludimila Ágatha

    Ás vezes penso muito em parar de assistir TV, mas nunca tentei colocar em prática. Acho que no futuro, vou tentar ficar sem TV por um tempo só pra sentir como que é. É bom se desligar de algumas coisas na vida ás vezes e a TV realmente, estraga o bem estar e todos os dias surpreende de maneira negativa. Hoje em dia são raríssimos o programas que valem a pena assistir. Em comparação com a grande maioria dos conteúdos poderíamos sim, conviver super bem sem a TV. Mas adquirir o hábito de viver em ela é que é difícil, haha.
    Beijo Rayani!

    Responder
  5. Liliana

    Oi, Rayani! Uma amiga me indicou seu site há um tempo, pois eu também quero trabalhar como ilustradora (estou conseguindo aos poucos)… desde então veio acompanhando seu trabalho e reflexões. :)

    Desde que veio morar aqui no Rio em 2008, meu namorado nunca teve tv… Depois q eu vim morar com ele, ficamos um ano sem e isso não foi nenhum problema… muito pelo contrário. =) Uns 2 anos atrás meu pai nos deu uma TV de natal por ser algo que não tínhamos e pensamos que seria legal para vermos filme numa tela maior… Mas nos acostumamos tanto a não ter tv que raramente a ligamos e continuamos vendo filmes no computador. Nossa tv não deve ser ligada nem uma vez por mês…

    Também fico nervosa com notícias ruins… E ando ficando tanto sozinha em casa que até as conversas desses assuntos do povo na rua me incomoda… :/ Eu adoro internet… mas acho q traz um malefício igual ou pior do da da tv de nos informar do q não interessa..

    Beijos pra vcs!

    Responder

Deixe uma resposta