Arquivo da categoria: Família

Família Feliz!

Na foto logo acima a Eleonora não parece gostar muito dos meus  beijos e afagos, mas na verdade, vai por mim, ela se amarra. Parte de nossas brincadeiras se resumem em beijos espalhados em todo esse corpinho macio.
Beijar o pescocinho e as costelinhas dela, me faz ouvir os sons mais adoráveis de toda a minha vida.
A Eleonora se derrete em gargalhadas com meus beijos, eu juro! rsrs

*Toda a mão na boca ao invés de um singelo dedo… Esse é o estilo da Eleonora*


Estou adorando isso, de construir uma família todinha para mim, (apesar dela se resumir em apenas três pessoas).
A felicidade que ela me proporciona é capaz de se transbordar em um gigante.
Amo cada dia mais os meus dias
Amo cada dia mais esses dois
Amo cada dia mais a vida

Sábado

Sábado demos uma voltinha rápida com a Eleonora no parque, e claro, fotografamos parte do passeio, que se resumiu em inúmeras tentativas de fotos de pulo que não deram certo
*”E eu disse: Inácio, mantenha o foco em mim, e ele manteve o foco… só que nos carros ao fundo”
Mas tudo bem, gostei muito da foto disfocada ainda sim, numa próxima oportunidade, volto lá para repetir a façanha. =]*

Durante todo o rápido passeio a Eleonora se manteve dormindo feito um anjinho…
Enfim, esses foram alguns momentos capturados de nosso fim de semana.

Tenham todos uma ótima semana

Família!

* Estamos aprendendo muito mais a respeito da felicidade com essa pequena ai! =]*

*aquele momento em que a Eleonora não quer saber de mais fotos…*


Essas são umas das primeiras fotos em família de nós três…
Quase sempre estou atrás da câmera, o que resulta em um monte de fotos da Eleonora com o pai, e quanto a mim, fico a ver navios nessa história
rsrs

Tenham todos uma linda quinta-feira

As 3 picadinhas…

Essa semana começou bem difícil por aqui…
Levamos a Eleonora na segunda-feira para tomar as vacinas correspondentes ao segundo mês de vida, foram quatro vacinas, uma na boca e três picadas de agulha na perna (TRÊS!!! Isso não é cruel?!?), e não diferentemente da minha primeira experiência em acompanhar a pequena nessa dolorosa missão, eu chorei horrores, e feito boba, mesmo sabendo que eram três agulhadas, eu perguntei para enfermeira se ainda haviam mais, e ela tinha tomado somente a primeira até aquele momento.
Eu sei que é para o bem dela, e jamais deixaria de dar as vacinas e remédios para me poupar do sofrimento que é vê-la chorando de dor ou susto, mas meu coração partiu muito mais que três vezes nessa segunda-feira.
A enfermeira me “lembrou” que eu tinha que ter em mente que tudo aquilo era para o bem dela…

O pior momento foi em casa, acredito que foi quando o efeito das vacinas começaram a se manifestarem no corpinho dela, uma das pernas ficou bastante inchada e vermelha, e ela chorava como nunca a vi chorar, foi desesperador…
Mas não demorou muito para o Paracetamol infantil fazer sua parte (amo, amo a medicina moderna!), a sensação de um certo alívio começou a fazer efeito e enfim consegui respirar mais calmamente naquela noite.
Eu e o Inácio revezamos com ela na poltrona, o sono dela estava muito sensível e não pensamos duas vezes em mantê-la em nossos braços durante toda a noite.

Quando a vi sorrindo pela primeira vez, ainda que dormindo, eu senti que haviam retirado de mim um enorme peso, não resisti, acordei o pai dela só para falar que ela sorriu.
No dia seguinte, eis que ela acorda toda sorridente e saudável, como se nada, absolutamente nada tivesse ocorrido no dia anterior.
Me sinto uma mãe de sorte por ter uma garotinha tão linda e gentil rsrs

Ela é uma boa menina
E nós a amamos muito
Obs: Mês que vem tem vacina de novo =;[

*O melhor amigo da noite.*

Tenham todos um ótimo fim de semana!

2 meses com ela

Minha pequena completou seu segundo mês de vida…
Ela continua cada vez mais linda e sorridente
Eu continuo cada vez mais sorridente também
Com  toda certeza esses foram os dois meses mais cansativos da minha vida, mas os mais deliciosos também. Que venham muitos e muitos mais meses ao lado dessa pequena que é puro amor.
Eleonora, nós te amamos!!!


*Já tem um tempo que quero fotografar esses pezinhos lindos que insistem ficar apenas com uma meia ou com um sapato, vejo isso como a marca registrada da Eleonora*


*Eleonora e sua primeira visita ao dentista… Fotografei todas as primeiras consultas da pequena, qualquer dia desses coloco essas fotos aqui =]*


A vida tem sido doce, doce do lado de cá…
A Eleonora é um bebezinho cheio de personalidade e muito calminha
Insisto em dizer que sou uma mãe de sorte e estou profundamente apaixonada pela vida

Tenham todos uma linda quarta-feira

Doce primeiro mês

Antes tarde do que nunca, aqui está a postagem especial sobre esse primeiro mês ao lado da Eleonora, pretendo fazer postagens assim a cada dia 29 (dia de nascimento da pequena), tomara que eu não me esqueça de mais nenhuma, afinal de contas, essa é uma maneira bem legal de acompanhar o desenvolvimento dessa pessoinha que é meu amor puro.
Que venham os próximos onze meses então =]


*minha mãe e minha amiga ( tia coruja) contemplando a pequena Eleonora em seus primeiros minutos de vida*

*Da esquerda para direita: 1-Eleonora e sua boquinha “mamá”, ela já não faz mais essa carinha quando está querendo mámá, e eu e o pai dela já sentimos muito a falta disso, simplesmente porque era a coisinha mais cute do mundo de se ver rsrs
2-Eleonora em seu primeiro banho em casa. Eu sempre temi esse momento, tanto é que eu demorei quase um mês para ter coragem em dar banho nela, enquanto isso, minha mãe e o Inácio se dividiam nessa função*


*Fotos de celular. 1- minha pequena com o rosto ainda inchado, em seu segundo dia de vida e já toda enfeitada.
2- Um livro muito, muito bom que li na maternidade.*

Ela ainda é um pinguinho de gente, mas já consigo ver muita diferença física e de hábito durante esses quase dois meses.
Tenho sorte, muita sorte em ter uma garotinha das mais calmas e sorridentes, que até hoje não teve nenhuma crise de cólica (me sentindo a ganhadora da loteria) e é bem econômica no choro.
Porém, confesso que ando tendo dias bem difíceis ultimamente, a Eleonora não anda dormindo durante as noites, e claro, isso me deixa exausta e com o humor bem afetado.
Tento respirar fundo e manter sempre a calma e a paciência durante esses momentos, mas quase sempre, quando amanhece e consigo tomar meu banho eu me desmancho em lágrimas, me sinto pesada e triste, creio que por simplesmente estar cansada e nada mais.
Esperamos ansiosamente pelo dia que enfim a Eleonora vai saber que pessoas normais dormem durante a noite e ficam acordada durante o dia =p
E sério, me cansei de ler dicas e receitas milagrosas de como fazer seu bebê dormir bem durante a noite, não consegui sucesso com nenhuma dessas dicas até hoje. =[

O que nos resta é aguardar… A pediatra dela disse que bebês costumam melhorar o horário de dormir a partir dos 3 meses, mas alguns ultrapassam um aninho de idade, vai saber em que grupo está a Eleonora…
Enfim, só sinto falta de dormir de maneira humanizada (rá, usando a palavra da moda) e quero muito que isso aconteça o quanto antes.

Desejo a todos uma linda semana, com várias noites de sono ininterrupto =D

Mais uma picadinha


No último sábado levamos nossa pequenina para fazer o teste do pezinho, e eu, pra variar fiquei com o coração na mão, pois saber que seu bebê inevitavelmente vai sentir dor e chorar é uma verdadeira tortura para qualquer mãe.
Dessa vez resolvi levar minha câmera (pretendo andar mais com ela, ando fotografando muito pouco) mesmo sem saber se iria ter sangue frio para registrar tido o exame, consegui fotografar apenas até o momento que ela deu o primeiro gritinho de choro, dali pra frente tudo perdeu a graça pra mim, mas  pelo menos dessa vez segurei firme e não chorei, pois quando a levamos para tomar as primeiras vacinas foi um drama total, fiquei na salinha de espera enquanto o Inácio a segurava na sala da vacina, quando eu a ouvi chorar, eu comecei a derramar litros e litros de lágrimas, eu juro que  tentei segurar, mas não consegui, foi ali que descobri que  ouvir o seu bebê chorar é uma das piores coisas que existe na vida =[
Tenho sorte em ter uma florzinha muito calma, ela  manteve a pose e quase não chorou, queria apenas mamar como recompensa ao seu bom comportamento rsrs
E como a bem comportada que é, seguiu o restante do dia mamando e dormindo calmamente (para de noite ficar super acordada e não deixar seus pais dormir =p)
Enfim, isso foi um pouco do nosso fim de semana
A Eleonora torna tudo mais colorido, cansativo, mas tudo muito mais lindo…
Tenham todos uma ótima semana

Transformando o ambiente

*Flor de maio que estou cultivando na xícara com água, vamos ver se um dia ela chegará a florecer*


Sinceramente, desde quando vi essa roupinha pela primeira vez, já imaginei a Eleonora nela, não resisti, tive que comprar. Eu sou do tipo que fica tirando as roupinhas do bebê da gaveta só pra namorar… Fazia isso mais quando ainda estava grávida. =]

*Apenas um desenho bonitinho de edredom, desses baratinhos que você econtra em loja de departamento =]*


*Meu novo local de trabalho… Atualmente algumas postagens e atualizações são feitas daqui, e em boa parte com a eleonora em um dos braços, estou ficando boa nisso rsrs*


*Horário dos remedinhos e cuidados básicos tanto para a mamãe quanto para a bebê cuidadosamente montado pelo Inácio e afixado na porta do quarto =* 


*Chego em casa e vejo esse recadinho, logo penso, a Eleonora tem o melhor pai, e eu tenho o melhor namorado do mundo, somos de sorte ;p*


Essas são apenas algumas fotos das novas “pequenas” coisas que vieram junto com a Eleonora, ela tomou todos os espaços e estamos completamente ok com isso.
=D

Tenham todos uma ótima terça-feira

O dia…

*Eu com o rosto inchado de 38 semanas*


Numa fria quarta-feira eu descobri que iria conhecer a minha princesa na segunda-feira da próxima semana, depois da grande descoberta, resolvemos ir na nossa super mega sorveteria favorita, Amaretto, a fim de esfriar as ideias e degustar mais um pouco daquelas delícias que vendem por lá.
Com a notícia do parto que estava tão próximo de acontecer eu fiquei sem chão, não sabia o que pensar, me senti como se tivesse sido pega de surpresa, mesmo tendo total consciência que já estava com 38 semanas de gravidez.
Confesso que tremi, fiquei aérea o dia inteiro, afinal de contas descobri que o meu maior encontro já tinha data, hora e local para acontecer. Tentei relaxar saboreando o meu sabor favorito da sorveteria, o Amarena (sério, muito bom!), juntamente com  sorvete de leite ninho. O Inácio escolheu nosso segundo sabor favorito que é Damasco com iogurte (já perceberam que tudo de damasco é sublime?!) e um outro sabor que não consigo me recordar agora. =p
Enquanto nos entupíamos de sorvete, passamos ora conversando sobre nosso grande encontro e ora calados com o olhar meio perdido.
Enfim, foi um ótimo dia, assim como todos os dias de consulta do pré natal, toda vez era uma novidade, era sempre uma notícia boa…
Percebo que já estou começando a sentir saudade desses dias, mas me consolo olhando para o rostinho da minha pequenina, que é das mais sorridentes.

Céus, eu e o Inácio estamos transbordando de felicidade.
Amamos a vida!
Amamos a Eleonora!
Amamos essa sorveteria! =p

Tenham todos uma bela semana!!!

Meu nome é Felicidade!

*Doce desordem inicial*

*Desde que descobri que estava grávida de uma menina, sempre me imaginei dançando com ela com essa música ao fundo*


29 de julho de 2013, às 10:44h da manhã de segunda-feira meu mundo se transformava completamente, fui tomada por uma felicidade imensa, pude beijar minha filha pela primeira vez!

Enfim, a Eleonora chegou, depois de longos (para mim uma eternidade) 9 meses de espera e ansiedade,  ela me foi apresentada de uma maneira linda, que mais parecia um sonho, seu pai todo sorridente a exibia como um pequeno e delicado troféu, o troféu de nossas vidas.
Poder olhar nos olhos desse pedacinho de gente, abraçar, beijar, sem nenhuma sombra de dúvidas faz com que eu e o Inácio nos sintamos plenos, realizados.

Durante toda a minha gravidez mentalizei um bebê calmo e sorridente, e a  Eleonora, que tem apenas uma semana de vida, já apresenta essas características, ela sorri bastante durante a soneca e é bem econômica no choro.
(mãe de sorte, não é?!)
;p

Em apenas uma semana experimentei uma série de sentimentos inéditos e indescritíveis. Apesar de nem sequer saber arriscar a definir nomes para esses sentimentos, sei  que todos eles estão intimamente ligados ao sentimento de felicidade.

Tudo anda sendo um desafio. Confesso que sempre fui uma pessoa, digamos… levemente desajeitada. Logo, a Eleonora deve estar passando por alguns apuros ao meu lado… Ainda bem que posso contar com a presença constante do pai dela, que de longe demonstra ter muito mais habilidade com bebês recém nascidos do que eu. Mas logo, logo pego o jeito, pelo menos espero.
Uma pequena observação: Há algum tempo atrás, antes da presença do Inácio e da Eleonora na minha vida, jamais imaginaria que pudesse um dia dizer que sou uma pessoa apaixonada pela vida, mas hoje com toda certeza posso dizer, sou completamente apaixonada pela vida, e só tenho a agradecer ao Inácio e à Eleonora por me proporcionarem tudo isso.
Desejo a todos uma linda semana!
=]

Amores lindos

 Sim, eu tenho, e ele está  se tornando dois. =)

Acima, foto do nosso primeiro mês de namoro

As primeiras flores que ganhei dele

Um dia com muita dificuldade aceitei o convite de uma amiga para ir em uma festa,  sem muita dificuldade comecei a me divertir e gastar um bom tempo de conversa com aquele que seria o homem que iria construir uma família comigo…
Quase três anos já se passaram, para alguns pouco tempo para assumirmos tamanha responsabilidade, para mim, sou só felicidade… Tempo certo, tempo errado, isso existe?
Nos amamos muito, e nosso amor torna-se maior e mais sólido a cada dia. Que venha a grande novidade de 2013, com muita saúde e com sorriso constante no rosto.
Estamos prontos para amar o que já é nosso maior amor do mundo.